Mantida a condenação de acusado que recebia indevidamente pensão por morte de ex-mulher

imagem da internet (ilustrativa)

imagem da internet (ilustrativa)

De forma unânime, a 4ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) manteve a condenação de um homem pelo recebimento de forma fraudulenta de pensão por morte de sua ex-esposa desde maio de 2008 pelo fato de estarem separados de fato há mais de 15 anos e de não haver relação de dependência econômica entre o casal. Continuar lendo