Periculosidade do trabalho de pedreiro é restrita às atividades em edifícios, barragens, pontes e torres

periculosidade pedreiro

Interpretação foi de que o simples contato com cimento não geraria riscos ao trabalhador. Imagem da internet (ilustrativa)

O Colegiado da Turma Nacional de Uniformização dos Juizados Especiais Federais (TNU) fixou a tese de que a periculosidade do trabalho de pedreiro está restrita às atividades desempenhadas nos locais indicados no código 2.3.3., do Decreto nº 53.831/64. Restringe-se, portanto, aos trabalhos realizados em edifícios, barragens, pontes e torres. O julgamento ocorreu na sessão do dia 12 de setembro, na sede do Conselho da Justiça Federal (CJF), em Brasília.

Anúncios